sexta-feira, 30 de julho de 2010

Olha prá onde está indo o seu dinheiro! Alô Ministério Público

Dê uma olhadinha no artigo abaixo, e veja prá onde está indo o seu suado dinheirinho.
Além de já termos um pai adotivo corcitivo, talvez teremos uma madrasta também.
Que horror!
 

sexta-feira, 30 de julho de 2010

O PT com a PT: BNDES vai liberar dinheiro para ajudar a Oi a comprar empresas de telefonia na Argentina e Venezuela

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net (atualizado nesta Sexta)

Por Jorge Serrão

Lula da Silva e sua turma já articulam a expansão de lucrativos negócios pela América Latina afora. Os esquemas de Hugo Chavez e do casal Kirchner participam da parceria que terá o BNDES como base de apoio para financiamentos de aquisição de empresas. Os negociantes petistas vão atuar diretamente nas anunciadas operações da Oi, que planeja investir na compra de empresas de telefonia na Venezuela e Argentina, a partir de 2011.

Junto com os negociantes do PT, por ironia de sigla, está o pessoal da PT. A Portugal Telecom vai investir até R$ 8,44 bilhões para se tornar a maior acionista individual da Oi. A Oi ficará com 10% no controle da operadora portuguesa, na Telemar Participações. Tudo com a ajudinha do BNDES, que irá vender uma parte de suas ações, assim como o fundo de pensão do Banco do Brasil, a Previ, que é comandada pelo esquema sindical bancário ligado ao PT (o partido).

Os negócios prometem polêmica. A PT (a operadora portuguesa) terá de 22,4% a 23,5% das ações da Oi. Mas essa participação tende a ser bem maior a curto prazo. Azar dos acionistas minoritários da Oi. Eles não terão capacidade para acompanhar o aumento de capital de R$ 12 bilhões da Tele Norte Leste Participações (Grupo Oi) e da Telemar Norte Leste (Operadora Oi). Quem tiver fôlego para bancar o negócio vai se sair bem.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Eles avacalham a nossa vida.

Na época do terrorismo e da guerrilha no Brasil, foram aplicadas as leis vigentes e muitos deles foram processados, julgados e presos, segundo estas mesmas leis.
Por leis vigentes no tempo devido, estes mesmos foram anistiados.
Por terem violados as leis vigentes, hoje, muitos terroristas estão ABOCANHANDO verdadeiras fortunas, justamente, por terem violado as leis vigentes, julgados, processados e condenados, segundo estas mesmas leis vigentes.
Pimenta nos olhos dos outros é refresco.
Mas, vindo do führer, com ou sem os efeitos etílicos, não é de se estranhar.
Elles acabaram de avacalhar com o país, sob a pacífica aceitação "popular".
O estado avacalha a nossa vida.
E, ainda, ficaram furiosos com o Rambo.

Gilberto Dimenstein - http://www1.folha.uol.com.br/colunas/gilbertodimenstein/774473-a-avacalhacao-de-lula.shtml - 29/07/2010 - 09h03

A "avacalhação" de Lula
Indagado sobre como via a campanha criada na internet (mais detalhes no www.catracalivre.com.br) para que se envolvesse diretamente na pressão contra a morte a mulher iraniana, acusada de trair o marido, Lula disse o seguinte: as leis dos países devem ser respeitadas para não virar "avacalhação". Em essência, é a afirmação que fez ao evitar criticar Cuba por seus presos políticos, comparados a bandidos comuns. 

Uma coisa é aceitar uma lei num país democrático, com amplo direito à defesa, onde as liberdades são respeitadas. Não é o caso do Irã --e, muito menos, da mulher acusada de trair o marido, que pode ser morta a pedradas.
Imagine se, durante o regime militar, Lula preso por lutar pelas liberdades, os presidentes de outros países falassem a mesma frase. Afinal, ele foi preso conforme as leis vigentes na época. 

Os dinossauros da américa latrina

Os dinossauros da américa latrina
Na hora que o bicho pega prá capar nem tem um machoman


Ninguém merece!

Olha só o que aquele que se intitula o "pai dos pobres" anda fazendo com o dinheiro do contribuinte.
Um presidente e congresso nacional como este, somando-se aos inertes ministérios públicos da vida, só pode dar nisso mesmo.
Ninguém merece!
 
Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos
LEI Nº 12.292, DE 20 DE JULHO DE 2010.
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1o Fica o Poder Executivo autorizado a doar recursos à Autoridade Nacional Palestina, em apoio à economia palestina para a reconstrução de Gaza, no valor de até R$ 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de reais). Parágrafo único. A doação será efetivada mediante termo firmado pelo Poder Executivo, por intermédio do Ministério das Relações Exteriores, e correrá à conta de dotações orçamentárias daquela Pasta. Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Brasília, 20 de julho de 2010; 189o da Independência e 122o da República. LUIZ INÁCIO LULA DA SILVACelso Luiz Nunes AmorimPaulo Bernardo Silva

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Pena que o Rambo tem razão

http://www.midiasemmascara.org/artigos/cultura/11289-stallone-esta-certo.html
A declaração do ator de "Rambo" é a coisa mais verdadeira que alguém disse sobre o Brasil nos últimos anos: este é um país de covardes, que preferem antes bajular os seus agressores do que tomar uma providência para detê-los.

A mídia inteira está brabíssima com o ator Sylvester Stallone porque ele disse que no Brasil você pode explodir o país e as pessoas ainda lhe agradecem, dando-lhe de quebra um macaco de presente. Alguns enfezados chegaram até a resmungar que com isso o ator estava nos chamando de macacos - evidenciando claramente que não sentem a diferença entre dar um macaco e ser um macaco.

Da minha parte, garanto que Stallone só pecou por eufemismo. Macaco? Por que só macaco? Exploda o País e os brasileiros lhe dão macaco, tatu, capivara, onça pintada, arara, cacatua, colibri, a fauna nacional inteira, mais um vale-transporte, uma quota no Fome Zero, assistência médica de graça, um ingresso para o próximo show do Caetano Veloso e um pacote de ações da Bolsa de Valores. Exploda o País como o fazem as Farc, treinando assassinos para dizimar a população, e o governo lhe dá cidadania brasileira, emprego público para a sua mulher e imunidade contra investigações constrangedoras.

sábado, 24 de julho de 2010

Há gente acima do bem e do mal. Aqui embaixo, as leis são diferentes!

No Brasil, há gente acima do bem e do mal.
Estão acima do bem o poder legislativo, o executivo e o poder judiciário.
Para nós aqui embaixo, o nosso direito é o achado no lixo.
Já fui chamado de chefe de quadrilha e de delinquente, por um sujeito que hoje é desembargador.

Ele se sentiu acima do bem e do mal.
Também já fui processado por um promotor de justiça só porque reclamei que ele engavetou uma representação minha, por abuso de autoridade, contra policiais civis, apesar da fartura de provas documentais e testemunhais.
Ele nem se deu ao trabalho de ouvir as minhas testemunhas.
Ele disse que a próprio delegado estava investigando a si mesmo e os seus políciais!
Não é de se levar a sério, não é mesmo?

Fui vítima de vários crimes praticados por policiais civis, e além de sofrer invasão do meu domicílio, pediram propina.
Além de nada acontecer com os policiais, o sujeito passou a defender os policiais e me transformou de vítima da polícia a réu.
Invasão de domicílio é crime o o sujeito, além de nada fazer (cumprir com o seu dever) transformou-me de vítima da polícia e dele, em réu.

As duas ações criminais NÃO DERAM EM NADA.
Acharam que iriam enfiar na minha GOELA as suas FALSAS E MALDOSAS acusações.

Sou um FICHA LIMPA.

Nas ações civis que propus, 

sexta-feira, 23 de julho de 2010

O foro de São Paulo quer ferrar você!

O candidato a vice-presidente do PSDB nestas eleições, fez afirmações de que o PT é ligado às FARC e ao narcotráfico.

Como não podia deixar de ser, a IMPRENSA, patrocinadas pelas ESTATAIS e formada pelos militantes da USP, e também, por interesses patrimoniais, não deu muita repercussão e deu ao PT todas as oportunidades para, como sempre, NEGAR os fatos.

A imprensa escrita ou falada NÃO PROCUROU SABER OU INVESTIGAR (a imprensa sabe e dolosamente ou interessadamente, oculta os fatos).

Eu, você e o poder judiciário. Uma relação umbilical!

Hoje, dia 23 de julho de 2010, eu fui até o posto do INSS para protocolar um ofício judicial para desconto de pensão alimentícia em folha de pagamento de aposentadoria.
Na verdade, eu estava tentando fazer um trabalho que era obrigação da justiça, porque a requerente tinha os direitos da Assistência Judiciária Gratuita. Ainda assim, eu não havia contratado fazer tal serviço para a cliente. Era por cortesia.

Antes mesmo de ir até lá, eu me informei através de uma profissional especializada, a onde seria o local para o protocolo de tal ofício (a previdência não é a minha área,  e nem preciso dizer os motivos).

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Efeito estufa. A fraude e os compiracionistas!

Há alguns anos, o povo brasileiro foi bombardeado por notícias sobre o buraco na camada de ozônio, mas ninguém falava em aquecimento global. Falou-se muito em gás CFC. O problema estava nos frascos de spray e nas geladeiras, segundo os alarmistas de plantão.
Também, houve excesso de notícias sobre a falta de água. 
Hoje já não se fala muito em camada de ozônio ou da falta de água.
No entanto, foi criado um imposto sobre o uso de águas dos rios e aumento nas contas de água. Recomendaram comprar novas geladeiras.

Recentemente, a febre é o aquecimento global e o culpado é o gás carbônico produzido pelas indústrias, veículos e até pelo pum do gado.
No entanto, alguém deu com as línguas nos dentes.
Vazou as trocas de emails nos quais se falavam em resfriamento global e não em aquecimento.
Há notícias correndo na rede, que estes alarmes falsos eram panos de fundo para a implantação do imposto global de 2% sobre toda a movimentação financeira mundial.
Segundo o lulla lelé, o presidente que nada sabia sobre as falcatruas no seu governo, porém, pensa que sabe de tudo, propôs a criação da CPMF mundial.
A culpa seria do povo e então o povo deveria pagar o imposto em razão da produção do gás carbônico.

Eles estão pensando que nos enganam.
Os cidadãos já começam a tomar ciência que eles estão tentando a criação de um governo mundial, a chamada Nova Ordem Mundial.
Obviamente que tal governo mundial não é para o nosso bem.
Afinal, eles não ligam para nós (They dont care about us), como cantava Michael Jackson, que segundo afirmam, foi morto por querer abrir o bico sobre a NOM nos seus 10 shows que estavam previstos.
Se pensarmos um pouco, NUNCA foi noticiado que Michael Jackson tinha alguma doença grave. Nunca se ouviu notícias que o mesmo era viciado.
Disseram que Michael era gay e ao mesmo tempo, acusavam-no de pedófilo.
A tal doença vitiligo, por incrível que pareça, nenhum de seus muitos irmãos tiveram.

Em relação a falsidade do aquecimentento global, o Professor Molion manifesta opinião contrária aos fraudadores climáticos mundiais.
Recordo-me que já ouvi a entrevista deste renomado professor através de uma rádio AM de São José dos Campos, em entrevista ao jornalista Roberto Wágner.
Eu assisti a entrevista deste mestre na Rede Bandeirantes, salvo engano, em um domingo, por volta das 23h30.
Vale a pena a leitura.
Caso queiram, podem me chamar de conspiracionista. Obrigado!

O texto foi compartilhado do site http://www.midiaamais.com.br/ambientalismo/3525-luiz-carlos-baldicero-molion, ao qual vão os créditos.

0 Professor Molion. Explicando o Efeito Estufa

O fenômeno do efeito-estufa, como descrito nos livros de Meteorologia, é questionável e pode não existir! Pelo menos, não é descrito nos livros de Física.

A versão clássica o compara com o que ocorre nas casas de vegetação (estufa de plantas = greenhouse), nas quais a radiação solar atravessa os painéis de vidro e aquece o chão e o ar interno. A radiação infravermelha térmica (IV), emitida dentro da casa de vegetação, não consegue passar pelo vidro, que a absorve por ser opaco a ela e a impede de escapar para o ambiente exterior à casa de vegetação. Esse seria o fenômeno responsável pelo aumento de sua temperatura. Em princípio, ocorreria a mesma coisa na atmosfera terrestre. A radiação solar atravessa as camadas da atmosfera, parte dela (30%) é refletida de volta para o espaço exterior por nuvens, moléculas do ar e pela própria superfície terrestre, e boa parte é absorvida pela superfície terrestre, que se aquece. Esta emite radiação IV que, por sua vez, seria absorvida por gases constituintes minoritários da atmosfera, como vapor d’água, gás carbônico (CO2) e metano (CH4), os chamados gases de efeito-estufa (GEE), que atuariam de forma semelhante ao vidro. Os GEE emitiriam a radiação IV absorvida em todas as direções, inclusive de volta à superfície. Essa seria a explicação para a superfície terrestre, e o ar adjacente, ser mais quente que as camadas superiores da atmosfera. Em princípio, quanto maior a concentração dos GEE, maior seria a absorção da radiação emitida pela superfície e mais quente ficaria o planeta. Ou seja, maior injeção de CO2 e CH4 na atmosfera tenderia a intensificar o efeito-estufa, teoricamente.

sábado, 10 de julho de 2010

quinta-feira, 8 de julho de 2010

O direito e o seu exercício

O direito de petição aos órgãos públicos para fins de esclarecer uma situação pessoal ou exercer um direito é uma garantia constitucional, não podendo ser cobrado taxa para tanto e nem mesmo ser negado este direito pelo servidor público.
Assim também é o habeas corpus e o Habeas Data.
A mesma situação é para o pedido de certidão para defesa de direito ou esclarecimento de situação pessoal.
No entanto, todo direito deve ser exercitado pelos cidadãos.
No Brasil, os órgãos públicos dificultam no máximo o exercício de tal direito de tal forma, que fica inviável o exercício deste mesmo direito.
Parece que é necessário uma lei para obrigar o cumprimento de outra lei.
E ainda contam piada de português.

Segue o texto: 
Isenção de taxas para motoristas do Estado de São Paulo
Mariana Ferreira Alves - 08/07/2010

Espaço do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) em Última Instância

A cobrança de taxa para emissão de certidões, para defesa de direitos e esclarecimento de situações de interesse pessoal, por repartições públicas é vedada pela Constituição Federal em seu artigo 5º, inciso XXXIV, alínea “b”.

Muito embora a clareza do citado dispositivo legal, o Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo (Detran-SP) efetua a cobrança de taxa no valor de R$ 18,06 para a emissão das seguintes certidões: (i) negativa de multa de veículos motorizados; (ii) de prontuário ou histórico de registro de veículo automotor (emissão a qualquer título) e, (iii) de prontuário de condutor de veículo (emissão a qualquer título).

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Os males do País!

Achei este texto por acaso!

Pois é!

Então fico pensando como um povo pode dar 85% de popularidade para o sr. Lulla lelé (o que eu não acredito)?
Como é que este mesmo povo que pagará a conta, 85% afirma que este governo é ótimo ou bom(repito, eu não acredito)?
Sinceramente!
Que povo é este?
Será que este povo sabe disso?

Mas o Brasil tem poderes constituídos, que deveriam dar um basta nisto.
No entanto, na prática, tais poderes estão lá exatamente para dar SUSTENTO a tais atos de lesa pátria.

Poderes corrompidos e corruptos, fracos e sem representatividade alguma e que não atendem aos anseios de uma sociedade organizada.
Congresso Nacional, assembléias legislativas, câmaras municipais, poderes executivo, judiciário, Tribunais de contas, ministérios públicos da vida e outras execrências, todos, sem exceção, NÃO FAZEM FALTA AO BRASIL.
Podemos viver sem eles.
Eles são a causa dos nossos males sociais.

Como se dizia em Minas Gerais, eles não valem o feijão que comem.

É este o legado que o sr. lullá lelé vai deixar para o seu povo.
Quem viver verá?


No Estadão on line

sexta-feira, 2 de julho de 2010 23:00
País perde R$ 7 bi em acordos regionais

Acordos de integração energética, para buscar a liderança diplomática na América do Sul, devem levar a perdas de mais R$ 13 bi até 2023
Renée Pereira, de O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO - A busca incessante do governo brasileiro para conquistar a liderança da América Latina têm custado caro ao País. Só os acordos de integração energética com os países vizinhos provocaram prejuízo de R$ 7 bilhões à sociedade brasileira, entre 2004 e 2010. A cifra, calculada pelo Instituto Acende Brasil, pode chegar a R$ 20 bilhões até 2023, especialmente por causa da revisão da tarifa de Itaipu.